Uncategorized

Higiene na Ordenha

Parte II

No Ultimo Post iniciamos quais os métodos para garantir Higiene na Ordenha assim a qualidade do produto tem a sua garantia, nesta segunda parte vamos relatar mais alguns itens. Boa leitura!

Assegurar suprimento suficiente de água de boa qualidade

O suprimento adequado de água limpa deve estar disponível para operações de ordenha, limpeza do equipamento e da área de ordenha. A qualidade da água deve ser adequada para o uso. Vários países possuem regulamentos quanto à qualidade da água usada na produção de leite, incluindo uso de água potável na limpeza de superfícies que entram em contato com leite.

Garantir que o ambiente de permanência dos animais seja mantido limpo.

Um alto padrão de limpeza deve ser mantido em todas as áreas de alojamento para diminuir a sujidade do úbere e proteger a sua saúde. A área de permanência deve:

• ser construída de forma a proporcionar boa drenagem e ventilação, para evitar lesões nos animais;

• ser de tamanho adequado e projetada para atender o tamanho dos animais e do rebanho;

• possuir cama adequada, mantida em boas condições de higiene; Todos os galpões e camas devem ser mantidos limpos e secos (por exemplo, substituindo as camas frequentemente). Limpar regularmente ou raspar os corredores (passagens) para remover o esterco.

Garantir que a área de ordenha seja mantida limpa.

A área de ordenha deve ser projetada para permitir sua limpeza e organização. Ela deve:

• ser de fácil limpeza;

• ter suprimento de água limpa;

• ter instalações para manuseio de resíduos; e

• ter luz, ventilação e regulação de temperatura. Construir áreas de espera que permitam manter alto padrão de limpeza

Garantir que os ordenhadores sigam regras básicas de higiene

O ordenhador deve:

• usar vestuário adequado e limpo;

• manter as mãos e braços limpos principalmente durante a ordenha;

cobrir cortes e feridas; e

• não ter nenhuma doença infecciosa transmissível pelo leite.

Garantir que o equipamento de ordenha seja limpo e desinfetado após cada ordenha.

Estabelecer rotina que assegure o equipamento de ordenha limpo antes do uso. Usar produtos químicos aprovados para limpeza e/ou desinfecção de equipamentos. Usar água aquecida na temperatura determinada. Superfícies de contato com o leite devem ser desinfetadas conforme necessário e em acordo com as recomendações nacionais.

O leite deve ser estocado longe da área de ordenha. A área de armazenamento deve:

• ser limpa e livre de acúmulo de lixo, produtos ou substâncias químicas que não estejam em uso constante e de qualquer ração animal;

• ter instalações para lavagem e secagem de mãos, e

• ser fácil de limpar e ter um programa de controle de pragas.

Garantir que o tanque de refrigeração seja adequado para manter o leite na temperatura especificada

O tanque de refrigeração deve ser capaz de manter o leite na temperatura requerida até a coleta e ser construído de material que não contamine o leite. Os tanques devem ser construídos com padrões reconhecidos e os sistemas de refrigeração do leite devem ter manutenção regular e programa de prevenção de avarias. O tanque deve ser equipado com um termômetro para verificar a temperatura do leite e registros da temperatura de armazenamento devem ser feitos. Garantir que todos os equipamentos funcionem corretamente.

Garantir que o acesso ao tanque de refrigeração seja mantido livre, sem obstruções ou dificuldade de passagem

Fornecer livre acesso à área de armazenamento de leite para permitir a coleta segura do leite. O acesso a área de coleta de leite deve ser diferente da área de deslocamento de animais e livre de lama, barro e outros possíveis contaminantes.

Estes itens são indispensáveis para a obtenção de um leite de qualidade, e para melhorar o dia dia do seu trabalho conte com a experiencia dos nossos profissionais que poderão ajudar você a implantar a plataforma Lactag no seu negocio.

No Próximo post vamos abordar Nutrição alimentos e água. itens indispensáveis para a produção leiteira.

Até Mais!